Sexta, 12 de Julho de 2024
17°C 19°C
Ilha Comprida, SP

Fábrica de Cultura de Iguape realiza a Primeira Batalha de MCs com rapper indígena

Fábrica de Cultura de Iguape realiza a Primeira Batalha de MCs com rapper indígena

30/11/2022 às 08h45 Atualizada em 30/11/2022 às 08h45
Por:
Compartilhe:
Fábrica de Cultura de Iguape realiza a Primeira Batalha de MCs com rapper indígena

 


Os estúdios dasFábricas de Cultura reabriram neste ano com novidades: além dos serviços degravação e mixagem de faixas, agora os espaços têm agendas culturais quedestacam a produção musical e artistas das periferias

Após períodoscríticos da pandemia, os Estúdios das Fábricas de Cultura - Programa daSecretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciadopela Poiesis - reabriram para o público em 2022 com novidades: além da ofertados serviços de gravação para artistas, grupos, aprendizes e frequentadores, osespaços também estão com a própria agenda cultural focada na produção musical eartística das periferias. De janeiro a outubro deste ano foram cerca de 150atividades realizadas (online e presenciais), sendo 60 com intérpretes deLIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), além de 90 programações culturais quecontaram com a participação de artistas que já gravaram nos estúdios dasFábricas.

Em relação aosartistas que participaram da programação, seja realizando atividades deformação ou apresentações musicais, o destaque é para a forte presença deatividades com mulheres (80), negros (80), e artistas que atuam dentro datemática LGBTQIAP+ (40). Compondo a programação deste ano, os estúdios contaramcom artistas como Harlley (Quebrada Queer), Coletivo Mulheres do Áudio, VóSuzana, Amanas, Fernanda Coimbra, Thalia Abdon, Mamma in Dub, Juara Hoots,Viviane Abrahão, Dona Duda, Camila Benedicto, Ana Aoas, Souto MC, Lyryca, AndroydeSem Par, Lurdez da Luz, Mano Réu, Crônica Mendes, Só Vendo pra Crer, Manno G,Renata Soul e Quixote.

 

Estúdios terminam2022 com muita música!

Os Estúdios fechama programação do ano valorizando a diversidade de cada território onde asFábricas estão inseridas. No dia 1º, quinta-feira, às 14h, estará disponível noYouTube das Fábricas de Cultura uma conversa musicada com Tom Zé, um dos maisimportantes artistas da Tropicália, que será ilustrada por canções alusivas aomovimento tropicalista. Ele será acompanhado pelo músico e produtor de seusdiscos recentes, Daniel Maia.

A programaçãotemática continua no dia 8, quinta-feira, às 14h, via YouTube, com um bate-papoentre a jornalista e pesquisadora musical Chris Fuscaldo e o historiadorRodrigo Fernando sobre a Independência do Brasil e a influência da Semana deArte Moderna (1922) no Movimento Tropicalista. As atividades fazem parte daação “Da Independência à Tropicália”, realizada originalmente em dois encontrospresenciais na Fábrica Vila Nova Cachoeirinha.

No dia 3, sábado,das 14h às 17h, ocorre uma Visita Guiada aos Estúdios que será realizada nasunidades Brasilândia, Diadema, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila NovaCachoeirinha. A atividade é um convite para o público conhecer o serviço econversar com os técnicos dos Estúdios. Também no dia 3, às 16h, a unidadeDiadema promove a apresentação musical No Rolê – com Lys Ventura, mesclandobatidas musicais brasileiras, norte-americanas e africanas.

O Estúdio daunidade Iguape está sendo construído, mas não por isso o público ficará semprogramação. No dia 10, sábado, a partir das 17h, acontece a 1ª Batalha de MC’sda Fábrica de Cultura 4.0 de Iguape. A atividade, que integra o projeto"Encontro de Hip Hop do Vale do Ribeira", terá microfone aberto ecaptações feitas pelo Estúdio Móvel da Fábrica como forma de registro e fomentoà cena local, além de apresentação do rapper indígena Enzo Jekupe.

E ainda há outraopção para os interessados em acompanhar os Estúdios: as playlists e coletâneasmusicais, além de podcasts, gravados por artistas independentes, músicos eaprendizes nos Estúdios podem ser acessadas de forma gratuita nas plataformasde streaming SoundCloud e Spotify. Ouça a playlist com algumas das principaisproduções dos Estúdios entre 2020 e 2022 neste link.

 

Projetos e serviços

Inaugurados em2015, os Estúdios oferecem de forma gratuita toda a estrutura profissional paraa gravação, edição e mixagem de áudio, como salas com tratamento e isolamentoacústico, computadores com softwares de áudio, mesas de som, monitores deáudio, microfones, fones de ouvido, bateria, amplificadores e cabeamento. Tudoisso em unidades do programa localizadas nas seguintes periferias: zonas Norte(Brasilândia, Jaçanã e Vila Nova Cachoeirinha), Sul (Jardim São Luís e CapãoRedondo) e Diadema.

Os interessados emutilizar os Estúdios das Fábricas de Cultura precisam preencher uma ficha narecepção de uma das unidades para realizar o pré-agendamento. Depois, a equipedo Estúdio da unidade entrará em contato por e-mail ou telefone. Cadaatendimento é realizado em sessões de quatro horas de duração e o foco é agravação de faixas (singles). Os Estúdios não gravam EPs e álbuns completos.

Quem gravar nosEstúdios das Fábricas de Cultura ainda pode se beneficiar da parceria com adistribuidora musical Tratore, que oferece aos artistas a distribuição de suasfaixas nas principais plataformas digitais de música, sem a cobrança das taxasde cadastro. Algumas faixas produzidas por meio desta parceria também estãodisponíveis no site das Fábricas de Cultura em 10 coletâneas que exploram adiversidade do meio musical.

As Fábricas deCultura 4.0 de Osasco e Iguape, inauguradas neste ano, também irão oferecer osserviços de Estúdio. Em Osasco, o espaço deve ser inaugurado ainda no 1º semestrede 2023, enquanto o de Iguape tem previsão de funcionamento no 2º semestre. Atéo momento, as unidades contam com o serviço do Estúdio Móvel, que funciona comoum estúdio portátil em que as equipes técnicas dos estúdios podem realizar acaptação de áudio de apresentações musicais e outras atividades das Fábricas deCultura.

Fonte: Fábrica deCultura


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias